Energia
Solar

DESENVOLVIMENTO DE MODELO DE NEGÓCIOS COM AS USINAS FOTOVOLTAICAS (UFV)

Em um projeto de um sistema de geração fotovoltaica, devem ser levadas em consideração a disponibilidade de energia solar, sombreamento, temperatura e albedo, obstáculos arquitetônicos, além de normas técnicas e regulamentos estabelecidos pela Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).


De acordo com a resolução normativa ANEEL 482/2012 e 687/2015, consumidores podem gerar sua própria energia, quer seja no local, ou sob a forma de cooperativas e consórcios, formando condomínios - também chamado de usinas fotovoltaicas (UFV) – em uma modalidade de autoconsumo remoto, desde que não ultrapassem 5MW.
 

Conceituamos a energia como insumo e como ativo financeiro, para poder  atender de forma customizada e completa às necessidades de cada cliente – desde desenvolvimento,  projetos, implantação, manutenção, comercialização (inclusive para automóveis elétricos e híbridos) -  e em breve com sistemas de Block Chain. Por considerarmos energia como ativo, sempre alinhamos com  eficiência energética, conservação  de energia e  segurança elétrica.

 

Por importarmos nossos próprios insumos e fabricarmos parte de nossas soluções, a Unergy tem domínio de toda a cadeia da geração solar fotovoltaica, de forma a oferecer  manutenções preventivas e corretivas em menor tempo e com o menor custo,  desta forma não onerando nossos  clientes com desgastes operacionais e econômicos.

Atualmente existem 2 tipos de sistemas de geração solar fotovoltaica.

SISTEMA ON-GRID

Painéis solares ou sistemas eólicos (ou a combinação de ambos) geram energia que é consumida pelo usuário e o excedente, não consumido, pode ser fornecido à concessionária.  Medidores são instalados para determinação do consumo e excedente, para compensação tarifária.

SISTEMA OFF-GRID

Toda a energia produzida é consumida pelo próprio usuário, inclusive o excedente, que pode ser  armazenado em baterias de lítio ou seladas (ESS),  podendo ser utilizada em horários de ponta ou na falta de energia. Os sistemas Off-Grid não dependem de apresentação de projetos à concessionária e a energia excedente e não consumida pode ser disponibilizada, por exemplo, para recarga de celulares e veículos elétricos/híbridos, mediante cobrança ou como forma de atrair  clientes. A auto geração e o auto consumo, ou seja, com o uso de sistema de Off-Grid a energia consumida não tem variação de tensão e nem interrupções de energia da rede.

Sistema Off-Grid e híbridos com armazenagem de energia (baterias de lítio) são tendências inevitáveis, mais ainda no Brasil, que a distribuição de energia é feita pelo modelo de concessão.

absolar.jpg
abgd.jpg
abesco.png

(31) 98338 5208

Grupo Ego
Site Relâmpago